Canonical vai oferecer suporte estendido de segurança para o Ubuntu 14.04 LTS

Foi anunciado no dia 19 de Setembro, pela Canonical que o Ubuntu 14.04 LTS “Trusty Tahr” terá o pacote de manutenção de segurança estendido oferecido aos seus usuários, permitindo assim que a versão ainda seja utilizada, a medida promete impactar especialmente Corporações, Organizações, Administradores de Sistema e entre outros. O “fim da vida” (EOL) desta versão do Ubuntu acontece em Abril de 2019.

O Ubuntu 14.04 LTS foi lançado em Abril de 2014 com o Codinome Trusty Tahr, trazendo várias melhorias na época para o Nautilus, Unity entre outros.

Com o fim do suporte bem próximo (2019) e com muitos usuários ainda usando o Ubuntu 14.04 LTS, a Canonical lançou o ESM (Extended Security Maintenance) que requer o investimento de  US$150/ano para desktops e US$750/ano para servidores, conforme a necessidade dos clientes.
Segundo a Canonical, esse suporte é voltado especificamente para os usuários que precisam ter essa versão instalada em seu parque de TI e recomenda para o usuários domésticos que utilizem as versões mais estáveis e recentes do Ubuntu (hoje se encontrado-se na versão 18.04 LTS). E ainda declararam:

As organizações usam o [Ubuntu] ESM para tratar as questões de segurança enquanto gerenciam os processos de atualizações para versões mais recentes do Ubuntu, com total suporte para as mesmas. A capacidade de planejar as atualizações dos aplicativos em um ambiente à prova de falhas continua a ser o principal motivo para a adoção do ESM por elas.”

Assim o Ubuntu 14.04 ESM vai oferecer updates com correções de segurança para o Kernel do Ubuntu e entre outros updates essenciais para o sistema.
O ESM é parte do programa Ubuntu Advantage, onde a organizações ou empresas por exemplo podem escolher os planos.
Interessante ver esse cuidado da Canonical com os usuários que ainda usam uma versão “antiga” do sistema, cuidado esse que começou com a versão 12.04 LTS.
—————————————————————————————————————————————————————————————————————–